segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Serra do Corvo Branco. Subida e descida 10/09/2013

Acredito que a maioria dos ciclistas ou cicloturistas tenham em seus projetos, descer ou subir a Serra do Corvo Branco, um dia. Eu me incluo neste grupo e aproveitei o retorno de Erechim, para passar por Urubici. Esta passagem pela serra estava no meu projeto de viagem que realizei para o RS em 2012, mas devido a alguns problemas, não consegui realizar.
Chegamos na cidade (eu e esposa) às 13:40h, procuramos  a Pousada do Professor Verto, garantimos a estadia e partimos em seguida para subir o Morro da Igreja, com altitude de 1.822m. Ali está instalado o CINDACTA II.




Após descemos e seguimos a direita para a localidade de São Pedro no sentido da Serra do Corvo Branco. A uns 4 km. antes do topo da serra e aonde termina o asfalto, tirei a bike do carro e iniciei a pedalada às 15:15h. A esposa voltou para a pousada.
Esta pequena distância foi difícil, pois a estrada neste dia estava sendo patrolada e tinham muitas pedras soltas, além de ter uma subida para chegar ao topo.
A Serra do Corvo Branco pertence ao município de Grão Pará e foi a estrada pioneira que fez a ligação entre o litoral e a serra. Está a 27km. do centro de Urubici.
O trecho inicial da descida é asfaltado (uns 700m.), aonde existem as curvas tipo cotovelo. O corte na rocha tem uma altura de 90m.
Na descida todo cuidado é pouco, devido ao nível de inclinação e muitas pedras soltas.




  

Após descer 4 km., um breve descanso com direito a lanche para acumular energia para o retorno. Inicia com uma subida bem puxada e daí em frente é ir controlando a ansiedade de chegar novamente no topo. Nestes momentos de baixa velocidade é que se consegue observar a impressionante beleza das montanhas, lugar ainda bastante preservado. Por isso, considerei esta serra bem mais bonita que a do Rio do Rastro.





Chegada ao topo, agradeci por ser contemplado com saúde e energia para poder usufruir de momentos como estes. Nesta altura da minha vida (estou na porta dos 64 anos de existência), cada etapa e, principalmente as especiais, tem que ser muito comemorada.



E para terminar, um momento especial. Um belo por do sol.


Cheguei na pousada às 18:50h.

Km. do dia: 41.
Altimetria máxima: 1183m.
Altimetria mínima:    800m.
Track: aqui


9 comentários:

  1. Parabéns, Mr! Essa ainda tá nos mesu planos. Pegou um dia lindo, hein? Hábraços!

    ResponderExcluir
  2. Sensacional Mr Heil. Essa está nos meu planos também!!

    ResponderExcluir
  3. Parabéns! Belo pedal! Hum... parece que esta serra já está entrando nos meus planos. Disseste bem, com a nossa idade cada projeto levado avante merece uma grande comemoração. A gente tem que pensar que o Papai do Céu é muito camarada conosco ao permitir que vivamos com tempo suficiente para curtir tanta beleza.

    Um enorme cicloabraço do Antigão!

    ResponderExcluir
  4. Obg. Antigão, se não puderes ir nesta passagem por SC, fica para uma próxima. Aí programe para fazer junto a Serra do Rio do Rastro. Abção.

    ResponderExcluir
  5. Lindo local. Estive ai com a família e ainda voltarei para pedalar. A região toda é cheia de paisagens maravilhosas.

    ResponderExcluir
  6. 64 anos de muita sáude caro Antônio.Bike na veia é qualidade de vida.
    Subi o corvo branco em 2013 e o rio do rastro tb.
    Agora em abril de 2014 subi o rio do astro e em 19/05/2014 vou descer o corvo branco.
    Segue aí meu site:
    www.leitebike.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso Leite, continuar ativo fazendo o que gostamos, torna o nosso dia a dia uma experiência bem interessante. Abc

      Excluir
    2. Leite: veja tbém. este site (http://odois.org/?constituicao), no qual participo e realizo viagens.

      Excluir