domingo, 21 de abril de 2013

JOINVILLE-SCHROEDER (RIBEIRÃO GRANDE DO NORTE)_20/04/2013

Após um longo tempo distante dos pedais de três dígitos de quilometragem, o dia prometia ser agradável quanto ao sol e a temperatura. Afastado do tênis de campo devido a uma epicondilite lateral (conhecido como cotovelo de tenista), tenho que concentrar as atividades físicas na bike.
Convites feitos, o Willian aceitou, que por sua fez estendeu ao Elvise e ao Beto.
Às 07:15h. estávamos saindo de Joinville, passando pela Estrada Arataca e seguindo pela Rodovia do Arroz (SC-413).




O roteiro do dia iria contemplar localidades que conheci através de passeios organizados anualmente pela Prefeitura de Schroeder, através da Secretaria de Ind., Com. e Turismo.
Acesso pela Schroeder I ( Rua dos Imigrantes), aonde tivemos os dois furos de câmaras do Elvise, bem próximos um do outro. No segundo revisamos atentamente, colocando o pneu fora do aro, invertendo-o, até descobrirmos a segunda farpa de aço.


Uma parada numa padaria na rua de entrada da cidade ( rua Castelo Branco), que fica bem próxima da igreja.
Abastecidos com um café, sanduíches e outras guloseimas, logo pegamos a rua que vai dar na ponte que só permite a passagem de motos e bikes e dobramos à direita, pegando o asfalto ( rua Manoel Francisco da Costa) que vai para a localidade Santa Luzia.
Na Igreja São João, dobramos à esquerda para a localidade Três Rios do Norte.


Elvise, Beto, Willian e eu.




Passamos pelo acesso a cidade de Nereu Ramos e continuamos até a entrada para a localidade de Ribeirão Grande do Norte. Nesta confluência, existe a Casa Rosa, que é tombada pelo município.
Com uma parada para fotos, fomos agraciados com a presença dos proprietários que estavam retornando num quadriciclo com um cacho de banana branca bem no ponto. Após um pedido, fomos presenteados com uma fruta cada um. Perguntando por informações da casa, fomos gentilmente convidados a visitá-la internamente, bem como a toda a área externa. Através do município, foi conseguida uma verba do Ministério da Cultura para restauração total do imóvel, apesar de externamente estar em ótimas condições.






Já passava do meio dia, quando saímos e iniciamos na estrada para o Ribeirão Grande do Norte. Local muito bonito, com belas pousadas e resort&spa.





Parada nos fundos de uma igreja para nos abastecermos de água, bem no início de começarmos a subir uma serrinha, aonde retornaríamos a localidade de Santa Luzia.






Chegamos em Schroeder às 13:35h. e fomos almoçar no restaurante Garcia. Descansamos um pouco e iniciamos o retorno que seria pela Serra do Canivete (mais conhecida pelos joinvillenses com Duas Mamas).
Passamos pela localidade Rio Camarada, com belas casas e iniciamos a subida de 2 km. para consumir a maior parte das calorias adquiridas no almoço.



Após chegarmos todos bem ao topo (341m. de altitude), descemos os 4km. com muitas pedras soltas, principalmente no final e, retornamos a Rodov. do Arroz, chegando em casa às 17:15h.
Agradeço a companhia de todos e parabenizo o Beto por ter enfrentado seu primeiro passeio acima de 100km. com muita determinação.

Km. do dia: 122 no ciclo.
Track: aqui