segunda-feira, 28 de julho de 2014

Joinville-Barra do Sul-Barra Itapocú-Rio Itapocú-Guamiranga-Joinville 26072014

Roteiro estudado/traçado e devidamente transferido para o gps, eu e o Paulo Rost partimos às 07:10h. para mais uma pedalada de sábado. Seguimos para o balneário Barra do Sul, via zona sul de Joinville por ruas asfaltadas/calçadas. A idéia inicial era passar pela localidade do Rio do Morro, mas em função das obras de asfaltamento na rodovia, descartamos esta opção.
Com um bom ritmo, logo chegamos no acesso a estrada do balneário. Como a rodovia (SC-495) não tem acostamento, após uns 3,5km. optamos por seguir por estrada de chão paralela a principal, na comunidade de Conquista.




Em seguida estávamos na avenida principal de acesso a Barra do Sul, que margeia o Canal do Linguado. Momento para uma parada em uma padaria para um café com pão e para tirar umas fotos do Canal.





Cruzamos a cidade sentido sul, passando por Salinas e pegando a estrada rumo a Barra do Itapocú.
Ainda bem que nos dias anteriores tinha chovido e a areia fofa de praia que se encontra no leito da estrada estava bem assentada e úmida, facilitando bastante a pedalada. Mas as costelas de vacas, que são uma presença quase constante, continuavam lá para atrapalhar um pouco.


  

 Às 11:00h. chegamos no entrocamento com a BR-101, atravessamos a ponte sobre o Rio Itapocú no sentido norte-sul e na primeira entrada à direita e novamente direita. A localidade se chama Escalvado. Seguimos margeando o rio por estrada de chão.


Uma parada para lanche e um pequeno descanso.

  


Passamos pela localidade Ribeirão do Salto e em frente dobramos a direita,  cruzamos pela ponte sobre o Rio Putanga e seguimos até Guamiranga aonde atravessamos a ponte, aonde atualmente só passam motos e bikes em função das obras na cabeceira da ponte (devido a última enchente de junho na região) e fomos até o posto Rudnick fazer o último lanche do dia.
Energias repostas, tomamos a rua calçada e asfaltada que passa pela figueira centenária de Guamiranga, chegamos na BR-280 e rumamos para casa pela Rodovia do Arroz.
Chegada às 15:55h.

  

 Um ótimo dia para pedalar, misturando litoral com interior e como sempre a companhia agradável do Paulo, que quase sempre participa destas empreitadas.

Km. do dia: 143
Altimetria máxima: 71m.
Track: aqui



2 comentários:

  1. Ninguém segura esse velhinho! Tacalepau, antônio véio! =)

    ResponderExcluir
  2. Muito bonito o passeio hein! Abraço!

    ResponderExcluir