domingo, 22 de abril de 2018

Pedalando em Presidente Getúlio 21/04/2018

Hoje foi o dia de conhecermos a cidade de Presidente Getúlio, que tem o título do Vale das Cachoeiras em Santa Catarina, com mais de 60 cachoeiras. Eu e o Beto (Roberto Alexandre Torrens), fomos participar de um pedal organizado pelo Diego Rafael Avancini, com destino ao Sítio Tabarelli.
Saímos de manhã de Joinville, pois o início do passeio estava programado para às 13:30h. Chegamos cedo e aguardamos o horário.
O Diego é um guia autorizado a entrar nas diversas propriedades particulares, aonde estão localizadas a maioria das cachoeiras da região.
Após algumas instruções e recomendações, partimos para o pedal com um grupo de 21 pessoas, com casais, adolescente e até uma menina de 11 anos acompanhada de seus pais.
Saímos na frente do Hotel Cayorá.


Seguimos pela rua Curt Hering e depois entramos na Estrada Mirador (chão).




Após uns 3,5km. nessa estrada, paramos na primeira atração do passeio, o Salto Grahl, que fica no Rio dos Índios. Antigamente funcionava no local, uma serraria e uma atafona.




Seguimos pelo chão pela margem direita do Rio dos Índios. Trajeto muito bonito, com direito a chupar as primeiras bergamotas da temporada, no pé. Foi o momento de relembrar o arremesso  de  casca de bergamota, praticado no tempo da juventude (veja com é fácil ). Foram saboreadas também algumas amoras silvestres bem doces,  presentes nos barrancos da estrada.
Retornamos após uns 4 km., a Estrada Mirador. Logo a 1 km., dobramos à direita, sentido Ribeirão Jacú.




Novamente saímos na Estrada Mirador com parada no ponto alto do dia. Sítio Tabarelli, aonde visitaríamos as Cachoeiras do Cará e Tabarelli.



Abrindo uma porteira e seguindo o guia Diogo Mohr (também ajudou nesse pedal), seguimos por trilha com a bike, sendo a primeira a ser visitada a Cachoeira do Cará, com 61 metros. Parte da trilha foi feita a pé para chegar no local.





Após, continuando com a bike que nos levou até a base de outra cachoeira por uma trilha muito boa, de uns 1,5 km., chegamos na Cachoeira Tabarelli, com 46 metros de altura. Com um bom volume de água, apesar do tempo seco, a sua beleza é de deixar qualquer um extasiado. Pena que o tempo era curto, que não permitia ficar parado ali por uma meia hora, para apreciar toda essa beleza.





Devido o adiantado da hora (+ que 17h.), a fome chegou. Na casa principal, numa varanda com uma mesa bem grande, desfrutamos de um lanche colonial delicioso, com produtos que lembraram muito o meu tempo de criança e jovem, lá na nossa casa e na dos tios e avós, no interior de Brusque. Pão de milho e rosca de polvilho são algumas dessas delícias. O restante deixo na imaginação de cada um e que vem venham a essa local para saboreá-las.

Chegou o momento do retorno do pedal. Viemos direto pela Estrada Mirador, chegando no ponto de partida às 19:00h. Agradeço ao Beto pela companhia.

Um belo passeio. Vou retornar mais vezes para conhecer outras cachoeiras. O Diego foi muito legal com todos, bem como o Diogo que o acompanhou. Recomendo-o para quem quiser agendar pedais ou viagens de bike para conhecer toda a região.

Vídeo editado pelo Vale das Cachoeiras: veja

Ao grupo que participou, deixo o meu obrigado por estarmos juntos.

Km. do dia: 46
Altimetria máxima: 361m.
Track(roteiro): aqui



4 comentários:

  1. Grande Mr, deu água na boca aqui. De pedal, cachoeira e lanche ;) Saudade de pedalar com o Sr! Hábraços!

    ResponderExcluir
  2. Me lembrei muito de Prudentópolis.

    ResponderExcluir
  3. Don Antonio que legal verlo de bike novamente e Belo passeio daludos

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir