quarta-feira, 8 de dezembro de 2021

Caminhos de Caravaggio. Cicloviagem de Farroupilha a Canela, no RS. 02 à 04/12/2021.

 

Aproveitando a viagem para visitar parentes e fazer novamente o passeio de Maria Fumaça em Bento Gonçalves com a família, fui realizar a cicloviagem no Caminhos de Caravaggio. Projeto que tinha desde 2019, quando foi lançado oficialmente o Caminho. Devido a pandemia, só agora foi possível realizá-lo.

Por estar em Bento, saí no dia 02/12/21 bem cedo de bike, pelo Caminho de Pedras (trajeto que conheci em 2016 quando fiz a cicloviagem de Erechim a Bento Gonçalves).



Após 23 km. estava no Santuário de Nossa Senhora do Caravaggio, em Farroupilha, aonde iniciaria a cicloviagem.

Track(roteiro) desse trecho: aqui

Às 08:10h. iniciei efetivamente o Caminho, realizando o trajeto 10, pois estaria fazendo no sentido invertido.                                                                        



Logo após uns 4 km. um trecho muito bonito.                                                                                


O destino do dia seria a Famiglia Pezzi, aonde teria o merecido descanso.

A comida para lanche/almoço quando viajo de bike, sempre é sanduíche, ovos cozidos, água de côco, paçoquinha, banana desidratada, e otras cositas más. Me sinto bem e rendendo melhor no pedal almoçando dessa forma, mesmo aonde tem o opção de um almoço normal (que não é o caso do Caminho).

Mais fotos pelo caminho.





Na Família Pezzi fui muito bem recebido pela Loiva e o Jaime. Conversa agradável no jantar e depois o merecido repouso na casa/pousada que fica separada do prédio do restaurante e, aonde é levado de carro.


Km. do dia: 58,6

Track (roteiro): aqui


03/12/2021

Um bom sono no silêncio absoluto do local e um novo amanhecer com tempo muito bonito.


A filha da Loiva e do Jaime, a Daiane foi buscar-me para o café da manhã. Um ótimo café com direito a sanduíche e ovos cozidos para o percurso do dia. Este seria o dia mais puxado em termos de altimetria acumulada. 

Teria pela frente 2 serras, a de Nova Petrópolis (mais íngrime) e a que fica depois do Rio Caí, um pouco mais suave, mas bem mais longa e em torno de 10 km. Fica na Estrada Arcido Giácomo Dallagnol.

O pouso seria no Seminário de Santa Lúcia do Piaí.






Na passagem na Linha Brasil-Nova Petrópolis, uma parada obrigatória foi as esculturas do Parque Pedras do Silêncio. Um parque privado, que conta a história da imigração germânica.






Após passar a ponte do Pedancino sobre o Rio Caí e começar uma subida longa, a noite foi chegando e a água foi acabando e aquela recepção numa casa no topo da serra, por um jovem fornecendo o líquido precioso, foi o impulso para alcançar o Seminário de São Lucas do Piaí no momento do jantar. Recepção muito boa e conversas com caminhantes que estavam no final da refeição.
Após um bom banho, contato com a família e descanso.

Km. do dia: 65,9
Track (roteiro): aqui 


04/12/2021

Um belo amanhecer foi o motivo principal de vencer a última etapa dessa cicloviagem.





Um bom café, despedida dos caminhantes e sapatilha presa no pedal para iniciar  o final do Caminho.




Ponte do Raposo sobre o Rio Caí (Ponte Major José Nicoletti ).




Parada nesta ponte para o lanche/almoço antes de chegar em Gramado.




Mais um belo trecho por Linha Bonita-Linha Nova antes de chegar em Gramado.




Chegar em Gramado num sábado à tarde não é muito recomendado para cicloviajantes ou ciclistas. Um trânsito intenso e a ligação com Canela (trajeto final) não tem uma ciclovia normal. Tem uma pequena faixa pintada antes do meio-fio, de uns 50 cm., que serve de ciclovia. Tem trechos que some. É bem perigoso.

Mas cheguei bem na Igreja de Nossa Senhora do Caravaggio em Canela, que fica afastada do centro (uns 7 km.) na RS-235, aonde a família estava esperando para retornarmos a Bento Gonçalves.

Agradeço ao Bom Deus, por me dar saúde e energia suficiente para vencer essa empreitada, aos meus 72 anos.

Fica o registro que as minhas cicloviagens partindo ou chegando de Bento Gonçalves, sempre foram contempladas com tempo bom e nenhum furo de pneu. Em 2016 foram 5 dias partindo de Erechim e chegando em Bento e essa, partindo de Bento e chegando em Canela, em 3 dias.

Km. do dia: 67,9

Track (roteiro): aqui


Dados totais da cicloviagem (excluído o trecho de Bento Gonçalves ao Santuário em Farroupilha, que não faz parte do Caminho):

Km.: 192,4

Altimetria máxima: 862 m.

Altimetria mínima: 63 m.

Altimetria acumulada: 4.706 m.



domingo, 21 de novembro de 2021

Morro da Pipa em Canelinha/SC. 21/11/2021


Com a passagem de alguns dias por Itapema, foi o momento de conhecer o Morro da Pipa no município de Canelinha, situado no vale do Rio Tijucas. 

Esse morro fica na comunidade de Galera e é ideal para a prática de voo livre e mountain bike na região.

Feito um convite ao Tiago Bertinato de Itapema, com quem já fiz alguns pedais pela região e que prontamente aceitou. Às 05:30 h., partimos com um belo dia ao amanhecer.

Seguimos pela BR-101 e na altura da praça de pedágio do Perequê (Porto Belo), pegamos a Estrada Geral do Sertão de Valongo e saímos na altura da Subestação Tijucas da Celesc, na rodovia SC-410.



Mais uns 3 km., já chegamos ao trevo de Canelinha e depois percorremos a rua Galera.

Só vislumbrando o morro que teríamos que galgar.

Algumas fotos da subida do morro, com direito a uma bica de água potável bem geladinha. Tem alguns trechos bem íngremes aonde eu fui de empurra bike.






Às 09:35h. chegamos ao topo do Morro da Pipa, aonde os pilotos saltam de parapente e asa delta.








A bike cansou muito, assim como o dono.

No retorno, tomamos muito cuidado na descida e pegamos direto a SC-410, passando por Tijucas. Depois acessamos a localidade de Santa Luzia e chegamos em Itapema, pela Av. José Neoli Cruz, com direito a ciclovia. Essa estrada antigamente era a que fazia a ligação de todo o tráfego entre Tijucas e Itajaí, antes de ser inaugurada a BR-101. Conheci muito bem esse trajeto, pois me criei em Itapema. Nesse trecho de Tijucas a Itapema pegamos um vento contra bem forte, o que dificultou um pouco o nosso término do pedal.

Às 12:40h. em casa para o almoço com a família.

Agradeço ao Tiago pela agradável companhia de sempre.

Km. do dia: 90
Altimetria máxima: 569 m.
Altimetria mínima: 2 m.
Altimetria acumulada: 862 m. (pelo Wikiloc)
Track(roteiro): aqui